Previsões de ondas gigantes para o início do Boost Mobile Margaret River Pro na Austrália.

MARGARET RIVER, Western Australia, Austrália (Sábado, 1 de maio) - As previsões indicam que um swell (ondulação) enorme está encostando na região ocidental da Austrália neste fim de semana e o Boost Mobile Margaret River Pro apresentado pela Corona deve começar com as maiores ondas da temporada. Os melhores surfistas do mundo já se preparam para competir em morras de 12-18 pés de altura em Main Break ou The Box, que só quebra com ondas grandes. O prazo desta quarta etapa do World Surf League Championship Tour 2021 começa domingo na Austrália, noite de sábado no Brasil. O evento será transmitido ao vivo pelo Site, Facebook, Youtube e aplicativo da WSL e pelos canais da ESPN Brasil.

Alguns destaques do surfe mundial estiveram na cerimônia de abertura do Boost Mobile Margaret River Pro respondendo perguntas dos jornalistas, como o bicampeão mundial Gabriel Medina. Ele volta a vestir a lycra amarela de número 1 da World Surf League, depois de vencer o Rip Curl Narrabeen Classic apresentado pela Corona, em sua quarta final seguida no Championship Tour. Medina foi finalista nas três primeiras etapas de 2021 e na que decidiu o título mundial de 2019 no Havaí. Ele igualou um recorde de Kelly Slater em 2010, com a diferença de que as quatro finais do onze vezes campeão mundial foram no mesmo ano.

“Eu nunca consegui um bom resultado aqui em Margaret River, mas estou confiante para tentar manter o ritmo deste forte começo temporada que tive até agora”, disse Gabriel Medina. “Estou ansioso para ver como ficarão as ondas que estão chegando para o evento. Eu não gosto de baterias que todos não tenham oportunidade de surfar, então com ondas sólidas todos podem ter chances de mostrarem o seu surfe. Eu estou pronto para tudo, não tenho medo de nada e só procuro ter um bom desempenho nas baterias. Só quero jogar o jogo, sempre buscando um bom resultado”.
Previsões de ondas gigantes para o início do Boost Mobile Margaret River Pro na Austrália. MARGARET RIVER, Western Australia, Austrália (Sábado, 1 de maio) - As previsões indicam que um swell (ondulação) enorme está encostando na região ocidental da Austrália neste fim de semana e o Boost Mobile Margaret River Pro apresentado pela Corona deve começar com as maiores ondas da temporada. Os melhores surfistas do mundo já se preparam para competir em morras de 12-18 pés de altura em Main Break ou The Box, que só quebra com ondas grandes. O prazo desta quarta etapa do World Surf League Championship Tour 2021 começa domingo na Austrália, noite de sábado no Brasil. O evento será transmitido ao vivo pelo Site, Facebook, Youtube e aplicativo da WSL e pelos canais da ESPN Brasil. Alguns destaques do surfe mundial estiveram na cerimônia de abertura do Boost Mobile Margaret River Pro respondendo perguntas dos jornalistas, como o bicampeão mundial Gabriel Medina. Ele volta a vestir a lycra amarela de número 1 da World Surf League, depois de vencer o Rip Curl Narrabeen Classic apresentado pela Corona, em sua quarta final seguida no Championship Tour. Medina foi finalista nas três primeiras etapas de 2021 e na que decidiu o título mundial de 2019 no Havaí. Ele igualou um recorde de Kelly Slater em 2010, com a diferença de que as quatro finais do onze vezes campeão mundial foram no mesmo ano. “Eu nunca consegui um bom resultado aqui em Margaret River, mas estou confiante para tentar manter o ritmo deste forte começo temporada que tive até agora”, disse Gabriel Medina. “Estou ansioso para ver como ficarão as ondas que estão chegando para o evento. Eu não gosto de baterias que todos não tenham oportunidade de surfar, então com ondas sólidas todos podem ter chances de mostrarem o seu surfe. Eu estou pronto para tudo, não tenho medo de nada e só procuro ter um bom desempenho nas baterias. Só quero jogar o jogo, sempre buscando um bom resultado”.
5
0 Comments 1 Shares
Sponsored